sábado, 18 de outubro de 2008

Níveis de desenvolvimento, segundo Jean Piaget

TÍTULO – NÍVEIS DE DESENVOLVIMENTO E ORIENTAÇÕES IMPORTANTES PARA PAIS E MESTRES BASEADAS EM JEAN PIAGET


ESTÁDIO SENSÓRIO-MOTOR


De 0 a 1 ano e 6 meses o bebê está imerso nas atividades de sugar, pegar, ouvir, olhar e coordenar estas ações entre si. Ele leva tudo a boca que é seu primeiro esquema organizado.

- A criança desloca o próprio corpo e os objetos em inúmeras experiências, repetindo circularmente a mesma ação como necessidade de acomodação;
- A linguagem começa a se manifestar através do balbucio e da ecolalia (produção espontânea e imitação de sons), passando depois para a palavra-frase, na qual uma palavra se equivale a uma frase: “água” para “eu quero água”, por exemplo. Depois começa o monólogo onde exercita a fala sem necessidade de um interlocutor;
- Nesta fase todo entendimento é prático: a criança aprende pela repetição da ação (imitação direta)

PROVAS PIAGETIANAS: Permanência do objeto, imagem mental.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

- Muitos objetos devem estar à disposição da criança;
- Livros e revistas para manipularem – passar as páginas
- Os jogos indicados para esse período são os que proporcionam ações repetidas como tirar e pôr, encaixar, corresponder;
- Tenha objetos de materiais diversos para que a criança faça experiência física;
- Permita a exploração de novos objetos como, por exemplo, os que produzem sons, luz e cores;
- Brinque com o corpo da criança produzindo caretas, batendo palmas, cantando e dançando;
- Ponha a disposição das crianças embalagens diversas, caixas de papelão, plástico, para que el pratique ações de colocar tirar abrir e fechar;
- Deixe sempre a disposição da criança diferentes tipos de objetos que ela possa levar a boca (primeiro esquema organizado);
- Mude bastante os objetos do quarto da criança, inclusive a posição de seu berço – para que ela construa sua noção de espaço;
- PROMOVA ATIVIDADES DE ENGATINHAR, ANDAR PARA QUE ELA CONHEÇA O MUNDO – CONSTRUÇÃO DO REAL.
ESTÁDIO SIMBÓLICO (2 a 4 anos)
O fato mais observado socialmente é o aparecimento da linguagem. Inicia-se também o jogo simbólico. Nesta etapa o homem diferencia-se de todos os animais surge a FUNÇÃO SEMIÓTICA. Função de representação.

- Fala consigo mesma o tempo todo – Monólogo;
- Aprende inúmeras palavras diariamente;
- Vive momentos, por excelência de criação;
- Aparecem os primeiros desenhos, ou seja, as garatujas e os badamecos, que são figuras humanas, onde os braços e pernas saem da cabeça. Não há preocupação em comunicar A experiênci do movimento é mais importante;
- Inventa histórias;
- Na causalidade é animista: dá vida aos objetos tornando seu mundo fantástico.

PROVAS PIAGETIANAS: Tabua de dupla entrada, Desenho, Torre.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:
- Conte muitas histórias;
- Tenha sempre um companheiro de brinquedo para a criança
- Para ela fazer o jogo simbólico é interessante que tenha panelinhas, carrinhos, brinquedos para montar. Toda e qualquer coisa que imite a realidade traz muito proveito para sua inteligência;
- Não brinque nem exponha a criança a elementos fantasiados e maquiados pois como acreditam ser de verdade podem provocar medo;
- Trabalhar com massinha, tintas, água é fundamental pois provoca transformações;
- Leve pás balde e diversos objetos para a praia e deixe a criança construir na areia com amigos(companheiros são sempre necessários por causa do egocentrismo da criança);
- Incentive a criança a inventar fantasias (“mentiras”) pois são necessárias para a construção do seu pensamento simbólico – serão as abstrações no futuro;
- Não deixe a criança de castigo ela não tem noção de tempo: 5 minutos vão parecer 1 hora;
- Os quebra-cabeças são muito importantes para que a criança adquira as noções espaciais






ESTÁDIO INTUITIVO (4 a 7 anos)


Esta fase é o período de transição do pré-operatório para as operação concretas e abstratas.
- É a idade dos porquês. A criança pergunta sobre tudo que a cerca. Procura saber a origem das coisas e como funcionam;
- Ela acha que sabe e começa a opinar sobre todos os fenômenos físicos e naturais;
- Envolve-se em todo tipo de experiências – química ou física e participa das conversas;
- Já pode compreender muitas regras e jogar jogos simples;
- Desenha o que sabe que existe ao invés daquilo que está vendo;
- É o período em que o egocentrismo chega ao seu apogeu. Adquire aqui todos os preconceitos sociais(cor, gênero, pobreza,etc);
- Fala muito bem, dá recados mas não entende todos os conectivos lógicos;
- Não entende ainda a moral, mas segue as regras impostas pelos adultos.


PROVAS PIAGETIANAS: Tabua de dupla entrada, Medida, Conservação do número.

INFORMAÇÕES IMPOTTANTES:

- Estimule a leitura e a escrita – forneça histórias em quadrinhos;
- Leve-a junto sempre que for fazer uma tarefa como regar o jardim, lavar o carro, consertar uma torneira, trocar uma lâmpada, ir ao mercado;
- Responda os porquês (causais), mas sempre questione, estimulando assim sua inteligência e suas opiniões;
- Assista filmes, teatro junto com a criança e seus companheiros de brincadeiras;
- Estimula as brincadeiras com maquiagem, fantasias, pois são necessárias ao faz-de-conta;
- Conte muitas histórias para povoar seus pensamentos com imagens;
- Os presentes devem ser livros, quebra-cabeças, jogos com regras.



ESTADIO OPERATÓRIO CONCRETO (7 a 12 anos)


Nesta fase ocorre a aquisição das estruturas lógicas de classe, série e ordem que combinados formam o número. Fará a inclusão de classes no final do período, compreenderá através das conservações da massa, do peso e do volume e no final do período transformará este volume. Isto significa que inicia a organização do mundo agora por critérios lógicos. Não quer mais seguir as ordens dos adultos sem compreende-las.

- Sua forma de viver socialmente é o “bando” e depois o grupo inicialmente comandado por um chefe e no final por lideranças que vão passando por todos os participantes do grupo;
- Gosta de atividades como: escoteiros, aventuras, acampamentos, visitar a casa dos amigos, conhecer sua cidade;
- Sua linguagem evolui bastante no sentido da socialização, pois nesta fase fica muito tempo com os amigos. Deve conseguir o diálogo que é a forma de conversar ouvindo o interlocutor e incorporando as informações por ele transmitidas;
- Elabora brincadeiras de longa duração. É a época dos jogos de rua como bolinha de gude, pipa e de criar peixes, brincar de heróis, fazer coleções, álbuns de figurinhas;
- Entende grande número de jogos e deve ser estimulado a jogar com os amigos e quando jogo com os adultos deve ser para valer (não deixar a criança ganhar só pelo fato de ser uma criança);
- Começa a entender as piadas e o humor ganha sentido.

PROVAS PIAGETIANA: Conservação da substancia, do peso, do volume, moral.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

- Nas tarefas escolares de casa seja um desafiador. Não se comprometa com a aprendizagem que é papel da escola. Faça desses momentos algo de prazer para você e a criança;
- Convide os amigos para irem a sua casa, ele precisa desta convivência para seu desenvolvimento;
- Proponha experimentos científicos;
- Estimule os jogos, pois ele é capaz de aprender muitas regras e gosta de se exercitar;
- Conte histórias (mistério e aventuras são as favoritas);
- Explore os conhecimentos que já consegue expressar;
- Assine para ela qualquer revista de seu interesse é muito importante criar o hábito de leitura nesta fase do desenvolvimento.


ESTÁDIO OPERATÓRIO ABSTRATO (9/10 a 15/16 anos)


Chegou então a fase que já podemos compara-lo logicamente ao adulto, mas muito ainda tem que ser desenvolvido para que tenha pleno domínio de estas operações. Agora já manipula as operações concretas com desenvoltura e engatinha nas abstrações. Joga todos os jogos complexos que forem apresentados e do ponto de vista da socialização só quer estar com seus companheiros – GRUPO.
- Gosta de estar em grupo porque já sabe cooperar;
- Sua fala já deve ser o diálogo – conversa e entende o humor;
- Gosta de brincar, mas também tem momentos de introspecção onde quer ouvir música, ler ou falar ao telefone;
- Do ponto de vista da moral opta pelo grupo ao invés dos adultos, mesmo que sejam seus pais;
- Precisa ser estimulado a desenhar porque é muito crítico e não acha os seus trabalhos bons ;
- Precisa ser estimulado a sair para que não se isole do grupo;
- Incentive a realização de um esporte

PROVAS PIAGETIANA: Reversibilidade, Transformação de volume, Moral.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

- Não ajude nas tarefas escolares – não precisa de muletas;
- Converse com ele sobre todos os assuntos da atualidade e da vida afetiva, ele precisa mas acha que você não tem interesse;
- Jogue com ele sem “brincar” (xadrez, banco imobiliário, WAR, etc) tudo ele leva muito a sério;
- Vá com ele ao cinema, teatro, shopping, mercado permita que participe e peça sua participação na vida familiar;
- Assine revistas e jornais de seu interesse.

3 comentários:

Carmen Marina disse...

Olá , Beta , passei para conhecer seu blog .
Um abraço

Abelha disse...

Ótimo post!

A Internet estaa precisando de um resumo bom e prático como este! :)

Maria José disse...

É a primeira vez que visito o blog e o mais interessante é que há o conceito das fases de desenvolvimetno, características e as intervenções. Está de forma sucinta e o vocabulário acessível. Parabéns autor.